segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

"SABES"


Depois de um dia chuvoso, cinzento que convidava ao amor
Está hoje um dia lindo, radioso
Um dos complementos da minha vida
Sol que ilumina esse teu olhar triste
Esses olhos que eu aprendi a amar
Quero aprender mais coisas contigo
Amar a vida, as pessoas, as flores, o universo
Amar completamente…
Amar o amor que tenho para te dar
Quando não te vejo, quando não te olho, quando não estou contigo
Sinto saudades…
Saudades loucas, que doem, magoam…
A saudade não conhece a razão
Mas quando me olhas e sorris tudo muda, tudo é diferente
Se um dia te perder não sei o que farei da minha vida
Esta vida que é uma incógnita
Nunca se sabe o que ela nos reserva
Os seus meandros são por vezes dolorosos
Numa encruzilhada , olhei-te, conheci-te e amei-te
Não devemos lutar contra o destino
Dizem que o destino somos nós que o fazemos
Talvez…Não sei…Será?
Sei que o amor existe…Por isso te amo…
Sei que te vou amar eternamente
Não quero que saias da minha vida
Quero ter os teus miminhos, os teus beijinhos, o teu abraçinho, o teu colinho
Queria ter-te…Aqui…Agora…
Este amor que me alenta que aquece o meu eu
O sol cai entardece sinto frio
Quero ver contigo o nosso pôr-do-sol
Sabes que nunca vais estar só
Estou aqui com o meu ombro amigo com todo o meu amor
Para te dar o que precisas…Amor, carinho, amizade, paixão…
Sabes, não sabes??? Estou aqui…
“BRASA”

2 comentários:

O Profeta disse...

O amor acalenta a vida...


Na noite onde se esconde o canto dos pássaros
De onde nasce este manto de bruma
Para que norte viajam os teus anseios
O que procuras perdido na espuma


Bom fim de semana


Mágico beijo

NETMITO disse...

Sinto do teu leve sopro a certeza do meu amar...)*