quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

"É AMAR"


Desembarcar no teu corpo, ser embalada docemente pelas ondas do amor…é amar
Tocar-te longamente, navegar nos meandros da tua boca no poema do teu olhar…é amar
É desbravar uma ilha misteriosa, desejo contido de um momento, poesia que se insinua
Quantas vezes te disse o que significas para mim? Enlouqueces-me com a tua ternura
Silêncios quebrados por momentos inesquecíveis, palavras ditas em silêncio falado
Como mar revolto em dia de tempestade, no cimo do tempo, és o meu encosto seguro
Lençóis desalinhados, murmúrios segredados, corpos amando, trilhos que se completam
Viajo em ti, caminhos nunca imaginados, sonhos de ternura, realidades deliciosas
Mãos que sabem segredos, vagueiam em meu corpo adormecido como uma teia
Estás presente em mim, em tudo o que olho, em tudo o que toco, no delírio da emoção
Sorris…é como se o universo se abrisse, como se o sol nunca deixasse de brilhar
És um amor semeado no vento, que voltou ao ponto de partida…Ao meu amor…
Amo-te perdidamente…

“BRASA” (MAGDA BRAZINHA)

Um comentário:

ISABEL BATEIRAS SANTOS disse...

TANTO AMOR MINHA KOTINHA LINDA...
ASSIM VALE A PENA AMAR E SER AMADO
BEIJOKAS
E JÁ AGOARA IMPORTAS-TE DE ME AMAR UM POUCO E SEGUIR O MEU BLOGUE???.